Site icon Criptomoedas

100 criptomoedas – Propostas dos projetos

100 criptomoedas EXPLICADAS em 9 minutos!

Abaixo segue a transcrição do vídeo, com o resumo dos projetos e conceitos das 100 maiores criptomoedas (em valor de market cap):

Bitcoin – Primeira criptomoeda, responsável pela propagação da tecnologia blockchain no mundo. Usada como moeda e reserva de valor.

Ethereum – Primeiro blockchain “progamável”, ou seja, permite criação de contratos inteligentes e aplicações descentralizadas a partir de uma linguagem de programação própria (solidity).

Ripple – Conecta bancos e provedores de pagamentos, servindo como alternativa às transferências SWIFT tradicionais.

Bitcoin Cash – Fork do Bitcoin. Tenta trazer escalabilidade aumentando o tamanho do bloco de 1 MB para 8 MB.

Litecoin – Uma das mais antigas criptomoedas, criada com o objetivo de ser mais rápida que o Bitcoin. Foi a primeira moeda a usar Scrypt como função hash.

EOS – Plataforma para smart contracts com objetivo de ser mais escalável e fácil de utilizar. Diferenças em relação à Ethereum: disponibiliza kit de ferramentas web, interfaces auto-explicativas, usa delegated proof of stake e roda a partir de qualquer linguagem Web Assembly.

Cardano – Serve como moeda e plataforma para smart contracts. Objetiva trazer escalabilidade e interoperabilidade, construída a partir de layers. Programável em qualquer linguagem com semântica K. Projeto feito sob peer-review acadêmico e alto assurance na verificação de software.

Stellar – Meio de pagamento global descentralizado e rápido usando moeda fiduciária.

NEO – Conhecido como o Ethereum Chinês. Voltada para smart contracts e identidades digitais, permitindo ser escrito em qualquer linguagem de programação. Usa delegated byzantine fault tolerance (dBFT) em vez de PoW.

IOTA – Moeda para a Internet das Coisas, sem taxas. Em vez de blockchain, desenvolveu sua arquitetura própria: o Tangle.

Monero – Transações anônimas através de ring signatures.

Dash – Velocidade nas transações com privacidade, através de InstantSend e PrivateSend.

TRON – Ecossistema para aplicações descentralizadas utilizando Java e outras linguagens de programação populares.

Tether – Paridade 1:1 com o dólar a partir de lastro.

NEM – API para integração de sistemas de negócios com blockchain. Conceito de Smart Assets System.

Ethereum Classic – Protocolo original do primeiro fork que criou a Ethereum. Premissa de código é lei.

Binance Coin – Reduzir taxas em trades dentro da exchange Binance.

VeChain – Conectar o mundo físico das indústrias com o blockchain.

QTUM – Layer de integração entre Ethereum e Bitcoin, conectando as tecnologias de Account Model e UTXO (Unspent transaction output).

OmiseGO – Exchange descentralizada para moedas fiduciárias e criptomoedas.

Lisk – Aplicações descentralizadas em sidechains independentes, programáveis com Javascript.

Ontology – Conceito de “ecossistema de confiança” para criação de redes distribuídas.

ICON – Multiconexão de blockchains e comunidades independentes.

Bitcoin Gold – Fork do Bitcoin. Luta contra a centralização da mineração, utilizando o algoritmo equihash no PoW.

Zcash – Transações anônimas através de zk-SNARKs, um tipo particular de zero-knowledge proof.

Nano – Transações instantâneas, sem taxas, com escalabilidade. Arquitetura block lattice.

Bytom – Digitalização de ativos do mundo físico para o blockchain.

Steem – Plataforma social de criação de conteúdo que remunera a comunidade.

Populous – Recebimento de juros pelo pagamento de faturas de empresas que querem acelerar o fluxo de caixa.

DigixDAO – Tokenização de ouro físico em smart contracts.

Bytecoin – Transações anônimas através de cryptonote ring signatures.

Bitcoin Diamond – Fork do bitcoin com suprimento de moedas 10 vezes maior. Objetivo de mais privacidade e velocidade.

Siacoin – Mercado de armazenamento de dados com descentralização.

Bitshares – Exchange descentralizada que oferece smart coins (como a bitusd) no seu portfólio.

Wanchain – Interoperabilidade na execução de smart contracts em diferentes blockchains com privacidade nas transações.

Stratis – Criação de aplicações descentralizadas com a linguagem C#.

RChain – Smart contracts em redes independentes com alta performance.

Decred – Foco em governança e gestão descentralizadas para a comunidade da moeda.

Waves – Plataforma de crowdfunding e exchange descentralizados.

Dogecoin – Moeda divertida simbolizada com um meme.

Maker – Garantir a estabilidade do token DAI através de contratos de dívida colaterizada.

Aeternity – Conectar dados do mundo real em “smart contracts off-chain”, utilizando blockchain apenas para resolver desacordos.

Status – Sistema “operacional mobile” para aplicações Ethereum.

0x – Exchange descentralizada para tokens Ethereum.

Zilliqa – Smart contracts em blockchain escalável de alta performance

Komodo – Plataforma descentralizada para ICOs

Ardor – Suporte para outros blockchains criando parent e child blockchains.

Augur – Plataforma descentralizada para predições de mercado.

IOStoken – Plataforma para serviços de internet em aplicações descentralizadas.

Aion – Conectar e interligar blockchains como uma “rede semelhante à internet”.

Loopring – Exchange descentralizada

Golem – Supercomputador descentralizado

KuCoin Shares – Reduzir taxas em trades e receber bônus dentro da exchange Kucoin

Ark – Servir como um switchboard para conectar diferentes blockchains e aplicações.

Hshare – Permite transações de valores e dados entre blockchains.

PIVX – Anonimidade e velocidade nas transações. Tecnologia zeroprotocol.

Waltonchain – Blockchain para a internet das coisas via identificação por radiofrequência (RFID)

Cryptonex – Proof of Stake que oferece 12% de lucro ao ano e comissões de transações.

Basic Attention Token – Moeda do browser Brave, criado para publicidade descentralizada na web; gerencia anunciantes e remunera espectadores de acordo com a atenção fornecida aos anúncios.

Aelf – Computação em nuvem descentralizada usando “uma” main chain e “várias” side chains.

DigiByte – Focada em descentralização e velocidade. Usa 5 algoritmos de mineração.

Centrality – Mercado descentralizado para empresas comercializarem dados, clientes e conteúdos.

MonaCoin – Funciona como uma versão japonesa da Dogecoin. Primeira criptomoeda no Japão.

Veritaseum – Mercado de capitais peer-to-peer.

QASH – Trazer liquidez ao mercado cripto por meio de uma plataforma global de exchanges.

Factom – Armazenar dados de empresas no blockchain de forma mais barata e segura.

Dragonchain – Facilitar a utilização do blockchain para empresas, possibilitando a escrita de smart contracts em qualquer linguagem, bem como a integração com serviços da Amazon e Google.

Elastos – Plataforma para aplicações descentralizadas que rodam em qualquer sistema operacional.

Nebulas – Permitir que aplicações descentralizadas e smart contracts sejam pesquisados e classificados (com ranking), recompensando bons projetos.

Gas – Dividendos da plataforma NEO, servem para pagar taxas dos smart contracs.

Substratum – Sistema descentralizado de hospedagem para uma internet descentralizada.

GXChain – Comercialização de dados com privacidade e proteção de direitos autorais.

Ethos – Facilitar a entrada massiva de usuários para a economia blockchain.

Syscoin – Mercado de compra e venda descentralizado.

Revain – Plataforma para review de produtos e serviços usando blockchain.

Electroneum – Facilitar a compra e venda de criptomoedas com privacidade.

Kyber Network – Exchange descentralizada.

FunFair – Smart contracts voltados para criação de cassinos descentralizados.

ReddCoin – Moeda para pagamentos e recompensas em redes sociais.

Skycoin – Rede mesh e conteúdo distribuído para uma internet descentralizada.

ZCoin – Transações anônimas através do protocolo zerocoin.

MaidSafeCoin – Aluguel de recursos computacionais e criação de uma internet descentralizada.

ChainLink – Conectar dados e aplicações já existentes em smart contracts.

Nxt – Fornecer conjunto de ferramentas para construção de aplicações em blockchain como: mercado descentralizado, sistema de votação, entre outros.

Mixin – Conectar todos os blockchains existentes com taxa de transferência ilimitada.

Byteball Bytes – Pagamentos condicionais via smart contracts. Executam transferências a partir de eventos pré-determinados.

SALT – Permitir empréstimos de criptomoedas a partir de lastro.

Nucleus Vision – Sensores IoT para identificação de pessoas e clientes.

Storm – Mercado descentralizado para freelancers e realizações de tarefas.

Power Ledger – Compra e venda de energia elétrica de forma descentralizada.

Particl – Mercado descentralizado e chat focados em privacidade.

Bancor – Permitir a troca direta entre tokens com liquidez.

Enigma – Smart contracts com anonimidade e escalabilidade.

WAX – Mercado descentralizado de ativos digitais para videogamers.

Request Network – Rede descentralizada de solicitações de pagamento.

Neblio – Serviços e aplicações descentralizadas para empresas.

Dent – Venda de espaço não utilizado do celular.

Dentacoin – Aprimorar a indústria odontológica utilizando blockchain.

Storj – Armazenamento em nuvem descentralizado por meio de aluguéis de espaços em disco inutilizados.

Iremos atualizar essa página colocando mais moedas. Para lembrar dessa página no futuro, pressione agora Ctrl + D para salvar nos favoritos do seu navegador.

Para aprender como comprar Bitcoin, leia esse artigo.

Exit mobile version